Xiaomi 12 pro características, preço e detalhes técnicos

xiaomi mi 12 pro

Já temos connosco o Xiaomi 12 Pro, o novo carro-chefe deste fabricante que quer conquistar o topo de gama. Para o conseguir, a aposta destaca um ecrã gigante, a estreia do novo Snapdragon 8 Gen1, o seu novo co-processador Surge P1 e, além disso, a sua câmara tripla com três impressionantes sensores de 50 MP.

Xiaomi ainda nem sequer esperou um ano para revelar o seu novo modelo topo de gama. O novo telefone é acompanhado pelo Xiaomi 12 e pelo Xiaomi 12X, e isso é um desempenho que dá desempenho, embora um pouco mais compacto e leve que o seu predecessor.

 

Ficha técnica del Xiaomi 12 Pro

XIAOMI 12 PRO
TELA
  • 6,73 ”2K (1,440 x 3.200 px), 522 ppp
  • Taxa de atualização variável 10 – 120 Hz LPTO
  • Taxa de atualização de toque 480 Hz
    10 bits AMOLED E4, 515 dpi
    1.500 nits, HDR10 +, Dolby Vision
    Gorilla Glass Victus
PROCESSADOR
  • Qualcomm Snapdragon 8 Gen1 (SM8450)
  • Octa-core (1 x 3 GHz Cortex-X2 + 3 x 2,5 GHz Cortex-A710 + 4 x 1,8 GHz Cortex-A510)
GPU
  • Adreno 730
MEMÓRIA
  • LPDDR5 de 8/12 GB
ARMAZENAR
  • 128/256 GB UFS 3.1 (não expansível)
CÂMERA TRASEIRA
  • Principal: 50 MP f / 1,9, 24 mm, tamanho 1 / 1,28 “(1,22 mícrons por pixel), OIS, PDAF
  • Telefoto: 50 MP f / 1,9, 48 mm, zoom 2x, OIS, PDAF
  • Ultra grande angular: 50 MP f / 2.2, 115˚
  • Gravação de vídeo a 8K a 30 FPS, 4K a 60 FPS, 1080 a 240 FPS, HDR10 +
  • Chip Surge P1
CÂMERA FRONTAL
  • 32 MP HDR
ÁUDIO
  • Auto-falantes estéreo
  • Calibrado por Harman Kardon
CONECTIVIDADE
  • Wi-Fi 6
  • Bluetooth 5.2, A2DP, LE, aptX HD, aptX Adaptive
  • NFC
  • Porta de infravermelhos
  • A-GPS, GLONASS, Galileo, QZSS, NavIC, BDS
PORTS
  • USB-C 2.0
BATERIA
  • 4.600 mAh
  • Carregamento rápido a 120 W
  • Carregamento rápido sem fio de 50 W
  • Carregamento reverso sem fio 10W
  • Power Delivery 3.0
  • Carga Rápida 4+
DIMENSÕES E PESO
  • 163,6 x 74,6 x 8,16 mm
  • 205 g
OUTRAS
  • Resistência IP68 à água e poeira
  • Leitor de impressão digital sob a tela
SISTEMA OPERATIVO
  •  Android 12 e MIUI 13

 

Um desenho emagrecedor que ostenta uma ‘cabina’

O novo Xiaomi 12 Pro é quase indistinguível dos seus predecessores na frente: a menos que sejamos capazes de diferenciar a mudança na diagonal, a única coisa que muda do Mi 11 Pro é o buraco no ecrã, que ocupa a posição central, tal como o Xiaomi 11T Pro.

xiaomi mi 12

É a parte de trás que deixa claro que estamos a lidar com um terminal renovado: o módulo da câmara tem uma protrusão clara, mas um tamanho mais contido graças à disposição dos sensores.

Esta disposição é dominada pelo módulo principal da câmara. É uma decisão curiosa porque a resolução de 50 Megapixel é a mesma para os três, mas mesmo assim o módulo principal é o maior em tamanho nesse módulo.

O outro destaque do desenho é a espessura, que é agora reduzida para 8,16 mm em comparação com os 8,5 mm do Xiaomi Mi 11 Pro que foi lançado na Primavera de 2021.

O curioso é que quando este fabricante apresentou o Mi 11T Pro em Setembro, fê-lo com uma espessura ainda maior de 8,8 mm, e agora decidiu propor um telemóvel ligeiramente mais fino. Isso condiciona um aspecto importante: a capacidade da bateria, de que falaremos mais tarde.

Bem-vindo, Snapdragon 8 Gen1 e Surge P1

O membro mais ambicioso desta nova família segue os passos dos seus antecessores, o Xiaomi Mi 11 Pro – adeus ao apelido “Mi” – e o ainda mais recente Xiaomi 11T Pro, que continua a ser um modelo de transição.

O formato muda ligeiramente e é adoptada uma diagonal do ecrã de 6,73 polegadas, que é ligeiramente superior aos 6,67″ do 11T Pro, mas inferior aos 6,81″ do Xiaomi Mi 11 Pro.

O que se mantém é a resolução de 2K desta última -Xiaomi decidiu descer para FHD+ no 11T Pro-, bem como manter o resto das especificações do painel, que continua a apresentar tecnologia LPTO com uma taxa de actualização variável de 10 a 120 Hz e também suporta HDR10+ e Dolby Vision.

O ecrã é diferente do ‘standard’ Xiaomi 12, mas ambos partilham uma das características estrela deste novo lote: o processador Qualcomm Snapdragon 8 Gen1, que visa dar um passo em frente em duas áreas: inteligência artificial e fotografia móvel.

snapdragon xiaomi

A outra grande diferença para além do ecrã é a bateria, que como dissemos é um pouco reduzida em capacidade em comparação com os seus predecessores. Dos 5.000 mAh desses modelos, estamos reduzidos a 4.600 mAh, mas é provável que a duração da bateria do aparelho não seja particularmente afectada graças ao novo SoC da Qualcomm.

Nessa bateria beneficiaremos, sim, do carregamento mais rápido possível nos terminais Xiaomi: temos suporte para carregamento de 120 W (67 W na norma Xiaomi 12), mais carregamento sem fios até 50 W e carregamento sem fios invertido de 10 W.

Este poder de carregamento é tratado pelo novo chip de Xiaomi, o chamado Surge P1. Com ele é possível carregar o Xiaomi 12 Pro de 0 a 100% em apenas 15 minutos, e com um pico de temperatura durante o processo de 37 ºC.

Mais megapixels = melhor?

Se um fabricante quiser fazer uma aposta segura no segmento móvel, é evidente que uma boa aposta nas câmaras é crucial.

Aqui Xiaomi deu um passo em frente ao combinar não um, não dois, mas três sensores de 50 Mpixel para tentar alcançar o máximo desempenho nestes cenários:

  • Principal: (Sony IMX707) 50 Mpixel, f/1,9 abertura, equivalente a 24mm, tamanho de 1,22 micron pixel, estabilização óptica da imagem.
  • Telefoto: 50 Mpixel, f/1,9 abertura, 48 mm equivalente, 2x zoom óptico, estabilização óptica da imagem.
  • Ultra grande angular: 50 Mpixels, f/2.2 de abertura, 115˚ campo de visão.

Esse sensor principal, o Sony IMX707, é um salto notável do IMX766 no Xiaomi Mi 12, pois este último tem 1/1,56 polegadas, enquanto que o do Xiaomi 12 Pro é 49% maior a 1/1,28 polegadas. E um sensor maior, como sempre, permite captar mais luz, o que é crucial para qualquer fotografia.

xiaomi 12

Estes sensores são também capazes de gravar vídeo até 8K a 30 FPS e com HDR10+, algo tornado possível pelo novo Snapdragon 8 Gen1 e que será outra das grandes apostas deste novo aparelho, que difere do seu irmão mais novo precisamente na resolução e capacidade dos seus sensores. A câmara frontal de acompanhamento tem um sensor de 32 Megapixel.

Este novo dispositivo apresenta também a tecnologia CyberFocus da Xiaomi, que foi inicialmente implementada no seu cão robótico, o Cyberdog, e que agora será também utilizada nos seus telemóveis. Com ela, é possível reconhecer objectos e pessoas numa imagem a fim de obter um foco preciso e imediato sobre o tema da foto.

O empenho de Xiaomi a este respeito parece certamente notável, e ter três sensores de 50 Mpixel é espantoso. Já falámos no passado sobre como ter mais megapixels nem sempre é garantia de melhores fotografias, especialmente em telemóveis, e a abordagem de Xiaomi reabre esse debate.

Preço e disponibilidade do Xiaomi 12 Pro

O novo Xiaomi 12 Pro estará inicialmente disponível na China, e de momento não temos qualquer informação sobre a sua chegada a outros países. Os preços serão os seguintes:

  • Xiaomi 12 Pro (8 + 128 GB): 4,699 yuan (651 euros).
  • Xiaomi 12 Pro (8 + 256 GB): 4,999 yuan (693 euros).
  • Xiaomi 12 Pro (12 + 256 GB): 5,399 yuan (748 euros).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *