Como consertar uma conexão WiFi instável que cai o tempo todo

wifi 2645673

A verdade é que sofrer com uma conexão WiFi que falha a cada duas vezes três é um verdadeiro incômodo. Se isso acontecer com você, vamos dizer como você pode fazer para resolver esse problema.

Se tivermos problemas com o WiFi, mas ao verificar nossa conexão via cabo direto ao roteador, recebermos os megabytes que contratamos sem problemas, saberemos com certeza que o problema está na parte sem fio.

Na maioria dos casos, a incidência de uma conexão sem fio instável se deve ao congestionamento. É algo que geralmente ocorre em áreas ou bairros onde muitas pessoas se conectam via WiFi simultaneamente.

Os cortes ou problemas com todo o sistema sem fio podem ser devido ao número de conexões do mesmo tipo na área e é por isso que o nosso é afetado, seja com paradas contínuas ou com uma queda significativa na velocidade.

interferência sem fio

Os fatores que afetam o congestionamento sem fio são sobreposição de frequência e canais WiFi limitados.

Esses dois fatores podem ser definidos da seguinte forma.

sobreposição sem fio

Se falarmos sobre o sobreposição sem fio podemos compará-lo com rádio de um carro pois ao girar o dial há momentos em que duas estações são ouvidas ao mesmo tempo e não funciona bem até que seja ajustado para apenas uma.

Pois bem, a mesma coisa acontece com o Wi-Fi, quando dois transmitem no mesmo canal na mesma área, fazendo com que ambos fiquem lentos e sofram cortes de tempos em tempos.

Isso é ampliado se estivermos em um área com muitas conexões WiFi ao mesmo tempo, pois pode acontecer que muitos deles retransmitam pelo mesmo canal, piorando consideravelmente a experiência e o uso da rede.

Mesmo a tecnologia sem fio moderna, que divide cada banda em canais, não consegue lidar com esse nível de interferência.

Deseja melhorar a cobertura e a velocidade do seu sinal Wi-Fi doméstico? Aqui você encontra uma seleção dos melhores roteadores de 2021 por faixa de preço.

Canais Wi-Fi

WiFi é dividido em frequências 2,4 GHz para o padrão, mais 5 GHz para as versões 5 e 6, chegando a 6 GHz no WiFi 6E. Cada uma dessas frequências é dividida em incrementos menores chamados canais.

Onde costuma haver mais congestionamento é na frequência de 2,4 GHz, pois possui um número de canais (11), dos quais apenas dois não se sobrepõem, sendo bem mais escasso que a frequência de 5 GHz, que oferece 23 canais, nenhum deles escalonando um no outro.

Nem todas são vantagens no que é a frequência de 5 GHZ, já que o alcance é bem menor e isso também pode causar conexões mais fracas.

A boa notícia é que mudar de canal no roteador é bem simples e sempre pode ser uma boa maneira de escapar do congestionamento, mas isso é algo sobre o qual falaremos mais tarde.

Outra solução é trocar o roteador e comprar um compatível com 5 ou 6 GHz.

Dispositivos e cabo USB 3.0

Há outra fonte de interferência sem fio, como Cabos e dispositivos USB 3.0 sem armadura.

Alguns cabos deste tipo, principalmente os primeiros do mercado, emite radiação de 2,4 GHz fazendo com que tudo que sai nessa frequência perca energia e sinal, pode até acontecer com o Bluetooth.

Existem várias soluções para impedir que isso aconteça:

  • Desconecte todos os dispositivos com um USB 3.0.
  • Compre cabos do tipo blindado.
  • Mova o mais longe possível qualquer dispositivo desse tipo do roteador ou dispositivos que recebam um sinal WiFi.

Esses roteadores 4G são compactos e usam redes 4G para fornecer conexão WiFi a vários dispositivos, são baratos e perfeitos para viajantes.

Corrigir uma conexão que falha

Uma vez que sabemos os motivos pelos quais o sinal WiFi pode falhar, agora é a hora de corrigir o problema.

Para fazer isso, devemos executar uma série de etapas.

  • Nós baixamosda Microsoft Store, o programa Analisador de WiFi.
  • Após a instalação, apenas iniciamos esta ferramenta e começamos a ver o que ela nos oferece.
  • Deve detectar a força do sinal WiFi, que varia de zero a -100 dBm. Se tivermos uma rede de 5 GHz, há um switch na parte inferior que nos permitirá alternar entre a detecção de 2,4 GHz e 5 GHz.
  • Se quisermos analisar o sinal do nosso roteador sem fio, devemos clicar em Analisar na barra de menu na parte superior.
  • O Wi-Fi Analyzer exibirá a visualização de todos os redes detectadas de onde estamos.
  • Se duas redes transmitirem no mesmo canal, vamos ver como eles são supostos. Cada canal tem um número de 1 a 161 na frequência de 5 GHz e de 1 a 11 na frequência de 2,4 GHz.

O eixo X representa os canais disponíveis no espectro de 2,4 GHz.

Como podemos ver na foto, temos vários que supostamente, além do fato de os canais quatro e sete serem totalmente gratuitos.

Portanto, após essa análise, é melhor colocar o sinal WiFi do nosso roteador nos canais desocupados.

Se sua conexão com a internet não estiver tão rápida quanto deveria apesar de ter fibra em casa, é possível que a rede WiFi do roteador não tenha o desempenho correto.

Mude o canal do seu roteador

Para poder mudar o canal do roteador, já falamos sobre isso em outra ocasião em um tutorial muito completo, mas basicamente devemos realizar algumas etapas mais simples do que parece à primeira vista.

Devemos fazer o seguinte, observando que nem todos os roteadores fazem o mesmo, então isso pode servir de guia:

  • A primeira coisa que devemos fazer é entrar em um navegador como Chrome ou Edge.
  • Para entrar no roteador é quase sempre colocando no navegador 192.168.1.1
  • Caso contrário, você deve ver e nas instruções do seu dispositivo conforme ele é inserido ou consultá-lo no site do fabricante.
  • Então veremos como eles nos pedem usuário e senha para entrar no roteador, que geralmente é algo tão simples quanto admin para ambos ou admin e 1234 para a senha. Mesmo assim, é algo que também devemos saber com antecedência.
  • Então o normal é entrar na parte de Contexto para então entrar Configuração avançada.
  • É aí que veremos o canal atual em que o roteador está, para poder alterá-lo para um daqueles que estão sem ninguém.
  • Em seguida, saímos salvando as alterações que fizemos, o que fará com que o roteador reinicie e teremos que esperar um pouco para ter uma conexão Wi-Fi e Internet novamente.

Se o seu roteador possui a função de banda dupla que combina as frequências de 2,4 GHz e 5 GHz em um único nome de rede ou SSID, você deve desativá-lo, pois, se sim, o que acabamos de fazer será de pouca utilidade.

Agora é quando devemos verificar se o que fizemos teve efeito e mais uma vez temos um sinal WiFi poderoso e ininterrupto. Deve funcionar muito melhor do que antes.

 

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.

Go up